As meninas da Miguel Mergen são o orgulho de Segredo

22/11/2016

A sempre sorridente Jamily Rabuske tem motivos para estar ainda mais feliz: terminou a participação no Bom de Bola do Rio Grande do Sul como a artilheira do evento sócio-esportivo, jogando pela Escola Estadual de Ensino Fundamental Miguel Mergen, de Segredo, com cinco gols. Aluna exemplar, sonha em ser policial civil, mas seu forte é a prática esportiva: além de praticar futebol de campo e salão desde os cinco anos, também joga vôlei e é velocista e saltadora (altura). “É muito difícil ser profissional de futebol feminino no Brasil, mas quem sabe?”, diz, com expectativas. “Adoro o Bom de Bola, tenho muito orgulho em levar o nome da minha escola e do meu município”, completa a meia-esquerda. “Ela costuma ser a goleadora das competições que disputa, fez até pouco nessa”, confirma o professor Sidnei Ropke, que coordena o grupo, que terminou em terceiro lugar.

Apesar dos 10 anos de idade e da baixa estatura, Jéssica Dias sobressaía entre as alunas-atletas. A meia cancha da Escola Miguel Mergen também joga futebol desde os cinco anos – inclusive com os meninos – e já recebeu convites para se integrar ao time feminino da Chapecoense, em Chapecó (SC). “Ela compensa a diferença física com agilidade, senso de colocação e visão de jogo”, explicou Ropke.