Londrina virou a capital paranaense do futebol escolar

06/11/2016

No último dia 2, Apucarana foi a sede das finais do Bom de Bola no Paraná e viu a consagração de duas escolas de Londrina, que conquistaram metade dos títulos em disputa. Os garotos de 12 a 14 anos do Colégio Ética e as meninas de 15 a 17 do Colégio Estadual Tsuro Oguido voltaram para casa com o troféu na bagagem e mostraram que a formação do atleta vai além das quatro linhas.

No Tsuro Oguido, os times femininos têm grande destaque. Em 2015, a equipe de futsal sub-15 foi a Fortaleza disputar um torneio nacional e saiu campeã, mas para vestir a camisa da escola, tem que se dedicar em sala de aula. “O aluno tem que ter disciplina e boas notas para jogar. Já tivemos alunas que foram desligadas por não assimilarem isso. Já no sub-17 o aproveitamento é perfeito”, explica o diretor Nelson Jesus Lopes.

Johny, treinador da equipe, ressalta a importância do Bom de Bola para a manutenção da equipe. “A gente tem um carinho enorme pelo projeto, pois foi ele que nos colocou no cenário. O bacana é que a gente treina o ano inteiro para disputar esse campeonato, que é o único de futebol feminino no Paraná”.

Para que o desempenho com a bola não interfira nas notas, os professores da escola são compreensivos com as ausências por conta das competições. “Todo mundo participa efetivamente, sabe que as meninas estão ausentes para jogar. Se algum professor passou algum trabalho ou prova, isso é passado novamente para elas quando retornam”, diz Johny.

No Colégio Ética não é diferente. “O nosso objetivo é ter o aluno em sala de aula”, afirma Frank Nóbrega, proprietário e diretor de esportes da unidade. O colégio tem destaque também no atletismo, com alunos quebrando recordes nos Jogos Escolares Paranaenses.

A escola valoriza o poder dos esportes. “O benefício é formar cidadãos de valores. É uma forma de interdisciplinar o esporte com o conteúdo. Com isso, a gente pode pegar no pé com as notas”, explica Higinia Fabiana de Oliveira, diretora.