Bom de Bola PR: Escola de Itaguajé é campeã do masculino A

04/11/2017
Carlos Stegemann_DIVULGAÇÃO

            A já consagrada comemoração com o salto de ‘peixinho’ na grama encharcada foi o que melhor traduziu o tamanho da conquista dos jovens. Tal como no ano passado, em Apucarana, a última partida das finais do Bom de Bola paranaense foi marcada por uma tempestade de chuva e vento, que alagou o campo do Estádio Municipal Antônio Massareli e exigiu muito dos atletas do CE Lourdes Melo, de Itaguajé. Os garotos do município de pouco mais de 4 mil habitantes, na divisa com São Paulo, enfrentaram equipe do CE Antônio Carlos Gomes, de Terra Roxa, e ganharam por 2 x 0 – e terminaram a última fase do certame sem sofrer gol. “Nosso desempenho está baseado no trabalho constante do professor Gilberto Sobrinho, ele é a nossa essência”, explicou Vitor Ferrugem, capitão do time campeão.

Os dois atletas que mexeram no placar da partida foram os artilheiros da equipe na competição, com 5 e 4 gols

         O jogo foi muito disputado, com a superioridade da equipe de Itaguajé, que abriu o placar antes de a chuva aumentar e prejudicar o gramado, em um belo chute de Gabriel de fora da área, no início da etapa complementar. O centroavante Lucão Ricardo marcou o segundo depois de um bate e rebate no meio da área. 

            “A tempestade prejudicou os dois lados, mas acendeu ainda mais nosso espírito de guerreiro,” garantiu Gabriel, o camisa 10 campeão. A dupla de zaga Pirulito e Gleidson não tomou gols durante a fase decisiva da competição e não foi punida com cartão amarelo. “A maior virtude do grupo foi a dedicação”, destacou o professor Gilberto Sobrinho, que ofereceu o título para os pais de Itaguajé e para a escola.

 

Ficha Técnica

CE Lourdes Melo, de Itaguajé: (2)

Irineu, Braian, Gleidson, Pirulito e Tocantins; Ferrugem (cap.), Pará, Gabriel e Jotinha; Dudu e Lucão.

Téc. Gilberto Sobrinho

CE Antônio Carlos Gomes, de Terra Roxa: (0)

Ronaldo, Elidane, Daniel, Felipe, Eduardo e Kevin; Murilo, Pedro e Glauber. Gustavo e Sanabre.

Téc. Diogo Barreto

Arbitragem

Esmeraldo Ricardo, auxiliado por Bruno Roling e Nelson Mariano